Inovar é imperativo

Inovar é Imperativo | SomaFuture

Como em todos os mercados, a capacidade de inovar e de chegar primeiro, de gerar oportunidades de investimento e, acima de tudo, de as concretizar, são o desafio diário da Soma Future, empresa vocacionada para a prestação de serviços associados ao setor imobiliário.

“Hoje, o mercado é global e, por isso, encontra-se aberto e recetivo a novas ideias. Nesse sentido é imperativo inovar em tudo o que fazemos”, defende Bruno Barros, diretor do departamento de arquitetura da SomaFuture.

No que diz respeito às soluções que atualmente o cliente mais privilegia, durante muitos anos o acesso à arquitetura encontrava-se restrito a um grupo muito limitado de pessoas que nela procurava a afirmação do seu status social. “Democratizou-se o acesso à arquitetura e, por isso, hoje o que os clientes mais privilegiam é precisamente a possibilidade de vivenciarem espaços desenhados por arquitetos”.

Em seguida, o processo de construir passa obrigatoriamente pela profissionalização de todos os intervenientes, com a construção a ser cada vez mais exigente e controlada. “No futuro, será de acesso exclusivo a profissionais”, diz Bruno Barros. Para se diferenciarem da concorrência, a SomaFuture está a construir uma identidade própria que pretende estar associada de forma inquestionável a obras com valor reconhecido.  Dessa forma, “Qualidade e eficiência são as palavras de eleição no dia a dia da SomaFuture”.

Em termos de tendências, para este executivo, é notória a procura de espaços destinados a escritórios. “Após a retoma da economia, muito do investimento da habitação passou pela conversão de espaços anteriormente destinados a serviços. Eram espaços bem localizados, com grandes áreas em open space. Condições perfeitas para reabilitar edifícios devolutos, assim como, dar resposta à procura da habitação nos grandes centros urbanos”.

DIVERSIFICAR O PORTFÓLIO

Em 2022, a SomaFuture garante dar mais atenção à sua apresentação enquanto marca. “Procuramos, essencialmente, dar a conhecer a SomaFuture e desenvolver os serviços que criámos. Do mesmo modo, pretendemos diversificar o nosso portfólio e afirmarmo-nos como uma referência no setor imobiliário”. Aliás, este ano a empresa adicionou aos serviços de arquitetura e construção os serviços corporativos onde uma equipa de profissionais se dedica ao processamento e tratamento de todas as questões jurídicas e administrativas de empresas.

Entrevista a Bruno Barros, publicada a 12 de Maio de 2022, pela revista Público Imobiliário.